segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Mea Culpa é o...


Dá uma "clicada" na imagem para ver maior!

Somos educados para sentirmos culpa a vida toda,como se o erros fossem fatais e quase nunca percebemos o quanto isso nos impede de evoluirmos,errar é humano(já dizia essa velha frase batida),o problema é permanecer nele ao invés de aprendermos a lidar com eles e evoluirmos.
A culpa é um instrumento de controle,é fazer com que o individuo perca o seu tempo no meio de tantos conflitos.
Ou tudo isso é só uma maneira de "amenizar" a minha culpa por passar tanto tempo sem postar nada aqui no blog?!

Abraços a quem ainda perambula por essas bandas,

P.S:Amigos,me vendi ao sistema e agora tô com um Facebook e um Twitter,quem quiser ter mais uma maneira de acompanhar meus trabalho e tosquices é só adicionar.

Dicas:
Filme:Curtindo a vida adoidado(Ferris Bueller's day off)-Apesar da tradução escrota do título esse é um dos meu filmes prediletos(da seleção de filmes nostágilcos),o Mathew Broderick nunca mais conseguiu fazer um papel melhor na carreira dele.Escrito e dirigido por John Hughes,o mestre dos filmes de adolescente da década de 80(chupa essa American Pie!).Mostra como se viver com estilo!Acho que todo mundo quis fazer isso uma vez na vida.

quinta-feira, 26 de maio de 2011


A morte é algo curioso.
Os cristãos por exemplo,acham no fim da vida quem for uma boa pessoa vai para o céu(e ainda dá para comprar o terreno e garantir sua vaga se pagar adiantado),porém quem for mau terá seu terreno de 2m² (esse sai de graça)do lado do capeta.
Já os Mulçumanos,acreditam que mil virgens lhe esperam nos céus(não é de se estranhar o grande número de homens bombas),só que eles não lembram que quando essas mil virgens ficarem na Tpm,lá será o inferno .
Lendo a biografia do Picasso,vi o quanto ele temia a morte e a doença,por achar que ainda havia tanto a se fazer e produzir.
Pra ser sincero me identifico com ele nesse ponto,tenho mais medo de morrer sem ter feito algo que realmente tenha importância,do que da morte em si(sem querer escrotizar ou parecer fodão)...tenho medo de ter vindo a esse mundo só a passeio(como diz meu avô).
Acho que no final o grande lance é aproveitar a nossa estadia fazendo algo produtivo(não tô falando dessa frescura de Carpe diem) e renegar o máximo que pudermos essa nossa condição medíocre de comer e distribuir fezes por ai.

Dicas:

Filme-Oyama:O lutador lendário:Um filme Sul-Coreano sobre o famoso karateca,ele começa e termina com uma frase fantástica sobre a vida:"Eu tenho medo de lutar,tenho medo de morrer e ser massacrado.Mas tenho mais medo ainda de ficar invalido do que morrer lutando!"Simplesmente fodão.

Livro:O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio:Último livro do classudo Charles Bukowski.Na verdade são trechos do seu diário pessoal,narrando seus últimos dias de vida,com o cansaço da sua rotina na entediante vida moderna.

Música-A última seresta, do grande e não menos classudo Nelson Gonçalves:Para mim uma grande música de despedida.

Obrigado a todos que acompanham.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

(Pra "vê" maior,"dá" um clique na imagem,joinha!)

Criar quadrinhos é criar mundos,situações.
É brincar de Deus,assim como ele brinca conosco!

Obrigado a todos,

terça-feira, 10 de maio de 2011


O Osama morreu?
Como diria minha vó:"Pra alma dele cago eu!"

"A guerra nada mais é que a continuação da política por outros meios." (Karl von Clausewitz)

O que me questiono é quantas pessoas inocentes morreram para que isso acontecesse e quantas vão morrer porque isso aconteceu?


Dicas:
Filme:Fahrenheit 11 de setembro -Documentário dirigido pelo Michel Moore.Onde ele tenta mostrar o verdadeiro interesse "gringo" pelo oriente médio.Pode parecer meio clichê(uma vez que teve uma época em que o diretor era bem "moderninho"),mas vale muito a pena dar uma olhada nesse e em outros trabalhos dele.

Só uma curiosidade:Fui ao multiplex assistir a esse filme numa quarta-feira a tarde,pois além da entrada ser mais barata,teria menos daqueles idiotas que ficam comentando o filme e falando outras besteiras alto.Além do que como era um documentário,legendado e estava numa sala pequena comecei a acreditar que realmente poderia existir paz num multiplex,teoria que foi logo por água a baixo aos 15 minutos de filme quando entrou na sala um grupo de garotos,que deviam ter vindo direto da escola para lá e como acho que já deviam ter visto todos os filmes daquela temporada(pobres crianças ricas e entediadas)foram ver o único que ainda não tinham visto:O que eu estava assistindo!
Não me espantei quando elas logo se sentaram perto da tela e com seus celulares de última geração começaram a erguer os braços com os aparelhos acesos,tocando músicas e sorrindo por essa "peraltice"...bem,isso até um sujeito que estava logo atrás delas dar uns berros e elas sairem da sala logo em seguida cabisbaixas(acho até que engolindo o choro)com seus celulares apagados e sem nenhum sorriso no rosto.
Moral da história:"Deveria haver uma placa nesse cinemas de shoppings dizendo:Cuidado!Crianças inconvenientes e adultos irritadiços!"


Obrigado pessoal!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Uma postagem muito estranha


Clique na imagem para ver maior(clica ai "brodagi"!)



Mas uma tira sem graça de segunda.

Não sei o que está acontecendo com o meu senso de humor,ele anda "Estranho".

Quando tiver mais tempo eu saio para procurar ele...



Adendo 1:

Não compartilho com essa idéia de que "todo mundo é igual",merda nenhuma,pelo contrário todo mundo é diferente(essa é a graça desse "maravilhoso mundinho de merda" em que vivemos).O que as pessoas tem que aprender(inclusive eu) é a conviver com as diferenças...porque no final das contas tudo e todos são estranhos até que conheçamos.



Adendo 2:

Agora dia 28/04,fazem dois anos da criação do Esse Meu Humor,Mau Humor,Meu Amor!Nunca imaginei que ele iria ter mais tempo de vida do que uma mosca...que estranho!

Para comemorar isso pensei em fazer um zine comemorativo com o material que foi publicado nesse meio tempo(mas não sei se teria material bastante para uma edição) ou fazer uma festa com stripers dançando no pole dance e com comida e bebida de graça para todos(essa seria a melhor opção se eu tivesse dinheiro).Não sei o que fazer mas vou tentar pensar em algo para a data não passar despercebida e comemorar isso com os milhares de leitores desse blog,alguém tem alguma sugestão?



Dicas:

Livro:Testamento de Pasárgada-Um estudo Crítico da obra de Manuel Bandeira,escrito pelo Ivan Junqueira.Mostra trabalhos de várias fases do poeta e cronista pernambucano,inclusive algumas em que há o estranhamento do poeta com o mundo.E o texto do Ivan só complementa a absorvição da obra.



Quadrinhos:Qualquer coisa do Miguelanxo Prado-Histórias de narrativas surreais com personagens que de tão fantástiscas se tornam tão palpáveis nesse mundo de pessoas estranhas em que vivemos.Um dos meu autores prediletos,pena que teve pouca coisa lançada por aqui.



Filmes:Gênio indomável(Good Will Hunting) -O melhor filme do Matt damon(quem falar que é o indentidade Bourne leva uma sova,rsrs),sobre não conseguir se encaixar e se sentir estranho no mundo.



Música:A Palo Seco do Belchior-"tenho 25 anos de sonhos e de sangue e de América do Sul"...Não acho a melhor do Belchior,mas acho essa frase fantástica.



Mais um vez obrigado a todos que visitam o blog,



Abraço

segunda-feira, 18 de abril de 2011

O amor é uma "Fror"!


É preciso determinação para o amor.
Por isso poucos conseguem amar...mas quem pode culpá-los?

Chinesinho apaixonado(muito bom):

Até,

Dicas:

Filme:Há tanto tempo que te amo -Lindo filme francês sobre o amor de uma mãe por um filho.Para dar uma olhada no trailer é só clicar aqui .

Obrigado a todos que acompanham.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Música de Elevador

(Clica ai na imagem pra vê maior,fera!)

Mas uma tira sem graça de segunda-feira...sono,sono,sono...
Mensagem de biscoito da sorte chinês:
Xing xong Chun-li whushu kongfu(panda) jet li !
Tradução:
Tome cuidado com os sobes e desces da vida.

Obrigado a todos que acompanham o blog.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

O Meu nome é ninguém


(Clique na imagem para ver maior)

Vivi toda a minha vida num lugar onde os valores se mediam por nome e status social,onde era mais importante ter do que ser.E no meio de tudo isso eu não era nada...e no meio de tudo isso eu nunca fui,mas por um período eu tentei ser e tentei achar.Porém no fim descobri que não era ninguém.Mas quem disse que é preciso ser alguém?Quem disse que é ruim ser ninguém?
Pois é assim que se chama o obstinado personagem do Terence Hill no western clássico:My name is nobody.E foi também com esse nome que Ulisses conseguiu enganar o Ciclope Polifemo e fugir da ilha hypereia e retornar após anos para sua amada esposa.
Então definitivamente me orgulho de quem sou,me orgulho do que sou.
Portanto,prazer! Podem me chamar de Ninguém!

Só sabendo quem somos é que podemos crescer,só sabendo o que queremos é que podemos evoluir.Sabendo disso nada mais importa.

Rafael,

Após um ótima tarde de Domingo em boa companhia.

Dicas:
Filme:Meu nome é Ninguém (My name is Nobody)-Como não poderia deixar de ser,um dos maiores clássicos do gênero western,produzido pelo genial Sergio Leone e estrelado pelos não menos grandiosos:Terence hill e Henry Fonda.Mostra um homem tentando se adaptar ao mundo num período de transição sem perder a própria essência.O diretor consegue abordar um tema sério com humor sem se perder em dramalhões e pseudo existencialismo.Um dos meus preferidos!

Música: Me ensina do Dead Fish-A letra já diz tudo.

Quadrinhos:Retalhos do Craig Thompson-Conta o amadurecimento do autor,desde o seu primeiro amor até o conflito com a sua criação extremamente religiosa,na busca de conhecer a si mesmo.

Obrigado a todos.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Eu voltei,pras coisas que eu deixei...


Após um longo tempo sem atualizar o Esse Meu Humor,eis que surge o primeiro post do ano.Tava ensaiando ele há um tempo,mas como sei que no país em que vivemos o ano só começa após o carnaval(no caso do ano passado em que houve Copa do mundo e eleições,o

ano nunca começou),deixei para postar só agora.

Fazendo uma retrospectiva do ano que passou,não vi muita vantagem e fico feliz que ele tenha passado e que agora não passe de uma lembrança tosca que eu prefiro esquecer:

Aturei um monte de gente com taxas elevadas de idiotice(o que só reafirmou a minha misantropia),percebi que o mundo tá mudando de uma maneira muito rápida(como tudo atualmente) e que não consigo me adaptar de forma alguma a esse "maravilhoso mundo novo,perfeito e politicamente correto",onde nunca se pergunta o porque das coisas e

sim como elas devem ser.Mas tudo bem, um dia vou ter minha casa pequena de varanda,com uma linda esposa chamando as crianças para o jantar(e nem pensem que isso é uma idéia hippie,por que não gosto de hippies assim como não gosto de anões canhotos de circos do himalaia).

Ano passado atualizei pouco esse blog,por falta de tempo e mais ainda por falta do que falar,

foi um ano onde repensei muitas coisas e revi muitos valores,além de tentar entender melhor

as pessoas e o mundo,talvez isso seja profundo ou pura babaquice.Mas esse ano espero

postar e produzir mais,pois agora há muita coisa a dizer.


Bem,inicio de ano é aquela coisa,esquecer o ano que passou e focar no atual e no próximo.Planejar metas,traçar objetivos e fazê-los ou ao menos tentar.

E como algumas pessoas comentaram que achavam legal as dicas que eu deixava no blog(nunca

imaginei que alguém irei seguir o meu mau gosto)preparei uma "Retrotoscopectiva" do que

de melhor eu li,vi e ouvi em 2010:


Filme:Onde vivem os monstros-Sem exagero um dos melhores filmes que vi na minha vida.Filme lindo e de uma sensibilidade incrível,o livro também é bom,mas essa adaptação

para o cinema abordou o tema de maneira mais profunda e com uma visão da infância que

eu vi poucas vezes.

Minha mãe me presenteou com esse filme me dizendo que eu iria gostar e acertou em cheio!

Obrigado por incentivar minha nerdice, Mã.Te amo!


Livro:O Homem no teto-Há alguns anos atrás uma amiga me falou sobre esse livro,como na

época eu não tinha dinheiro para nada(não que hoje tenha mudado muita coisa),deixei ele na lista de futuras leituras,e esse ano resolvi comprar.Um dos melhores livros que eu já li na vida,sobre sonhos e sonhadores.Jules Feiffer é gênio!



Hq:Cicatrizes-Também um dos melhores quadrinhos que eu já li na vida!Li de um impulso só,narrativa perfeita,desenhos incrivéis e um relato de vida de um vencedor.Uma verdadeira aula de como se faz uma boa história em quadrinhos,se sobrevive a uma infância tortuosa e se cura as cicatrizes.


Música:Lounge Lizards-A banda é antiga,mas só vim conhecer no ano passado.Jazz da melhor qualidade,trilha sonora perfeita para ler um livro noir ou jantar com uma linda mulher.


Nesse sentido o ano foi muito proveitoso,li e assiti muita coisa boa.Além de ter passado com a minha mãe,minha irmã,ter acompanhado o crescimento do meu sobrinho e ter visto alguns poucos(mais bons) amigos.


Bem esse ano espero estreiar novas séries e concluir outras.


Obrigado a todos que acompanham o blog e nos vemos na próxima segunda,nesse mesmo bat-horário e nesse mesmo bat-local.


Abraços